DATA DE PUBLICAÇÃO
23/11/2021

COMPARTILHE:

Intercâmbio em Portugal: saiba como funciona e as vantagens

O intercâmbio em Portugal, tanto no ensino médio, como na graduação, mestrado ou doutorado, está entre os mais procurados por jovens. Quer saber quais as razões, como ele funciona e as vantagens? Então vem ler!

São muitos os motivos que levam estudantes a optarem pelo intercâmbio em Portugal. Primeiramente, é importante dizer que o país é a porta de entrada para experiências e oportunidades por toda a Europa. Em segundo lugar, há qualidade de vida. Por último, mas não menos importante, está a forte ligação com o Brasil, que faz com que muitos alunos se sintam em casa. Um bom exemplo disso está na cultura, gastronomia e as facilidades para os falantes da língua portuguesa, mesmo com o sotaque e algumas diferenças, que ajudam no processo de adaptação.

 

O país europeu é o destino queridinho não só dos estudantes brasileiros, mas também de outros estrangeiros, durante todo o ano. Também pudera, pois o intercâmbio em Portugal traz a possibilidade de escolher entre as 123 universidades (muitas delas na lista das melhores do mundo), 161 institutos politécnicos e uma quantidade incrível de mestrados.

 

Só para que você possa ter uma ideia de como esses números estão aumentando, em 2020 o país lusitano recebeu mais de 60 mil alunos matriculados no ensino superior. Outro dado relevante sobre o intercâmbio em Portugal, é que a maioria deles optou por instituições públicas, uma vez que elas possuem grande prestígio internacional. 

 

Porém, para aqueles que desejam fazer um intercâmbio em Portugal nós já damos uma dica: quanto maior a pesquisa, maiores as chances de escolher um curso que se encaixe nas suas expectativas. Portanto, é preciso paciência e tempo para conhecer os diferentes programas das instituições. Pronto para saber mais?

 

Como se candidatar a uma vaga de intercâmbio em Portugal?

Uma das diversas vantagens do intercâmbio em Portugal são as parcerias entre universidades portuguesas e brasileiras. Esses convênios possibilitam que os alunos estudem durante ou após os módulos do curso que já estudam no Brasil.

 

Entre as oportunidades estão os convênios acadêmicos, que podem ser consultados de acordo com a filiação do estudante. Além disso, há também os intercâmbios acadêmicos patrocinados, ainda nesse sentido podemos citar, por exemplo, o Banco Santander com o programa de Bolsas Ibero-Americanas. Também não poderíamos deixar de falar do famoso programa chamado “Erasmus Mundus”, que é financiado pela Comissão Europeia e proporciona aos estudantes brasileiros a possibilidade de estudar em qualquer país do bloco.

 

Do mesmo modo, o número de brasileiros que se candidatam para uma graduação completa tem aumentado muito nos últimos 10 anos. Entretanto, para esse modelo de exame de admissão, uma das maneiras mais acessíveis como critério de ingresso para uma graduação em Portugal, é por meio da nota do ENEM. Porém, a nota mínima pode variar entre cada instituição, mas geralmente fica entre 500 e 600.



Leia também:
Como validar o diploma em Portugal?

Como funcionam os cursos em um intercâmbio em Portugal?

Se podemos citar algo que não falta para aqueles que desejam fazer um intercâmbio em Portugal são as universidades de tradição.

 

É comum que as universidades, bem como as agências de intercâmbios, alinhem suas oportunidades acadêmicas de acordo com o perfil do candidato. Principalmente entre aquelas que oferecem programas com oportunidades ligadas a estágios supervisionados ou cursos de curta duração disponíveis.

 

Assim sendo, durante um intercâmbio em Portugal os alunos têm a oportunidade de elencar as matérias de seu interesse na instituição ou ainda em várias faculdades dentro da mesma universidade. Outra boa oportunidade que as instituições oferecem são as matérias em inglês, especialmente em cursos na área de negócios e engenharia.

 

 

Como é o custo de vida para um estudante de intercâmbio em Portugal?

Uma das principais vantagens para um os alunos que desejam fazer um intercâmbio em Portugal é o fato do país ter um dos menores custos de vida da Europa, inclusive em sua capital, Lisboa. Afinal é preciso lembrar que haverá outros custos, além dos estudos, como moradia, transporte, lazer e alimentação. 

 

Ainda nesse sentido, uma boa dica para quem deseja economizar, são as housing da própria universidade. Ou seja, as residências universitárias onde você pode ficar alojado durante o período das aulas. Em algumas delas há até opção para alunos com família. Para saber sobre as regras e obter mais informações basta entrar nos portais das universidades onde as notícias, geralmente, são divulgadas. Ainda falando de moradia, há também algumas repúblicas tradicionais, que estão ligadas à universidade, nas quais os estudantes pagam menos e podem conseguir descontos na compra de alimentos.

 

Outra informação bacana é que a maioria das instituições conta com restaurantes universitários (RUs), dessa forma você pode ter uma refeição completa por volta de 2,5 euros.

 

Quais são os valores que um estudante de intercâmbio em Portugal deve desembolsar?

Agora, falando dos estudos, se você não contar com uma bolsa, nós recomendamos que esteja atento aos custos da anuidade, uma vez que até as universidades públicas cobram taxas, por isso é importante estar sempre atento aos programas de descontos. 

 

Acontece que para os alunos estrangeiros as taxas acadêmicas são maiores, então nesse caso os brasileiros possuem mais uma vantagem, o Tratado de Porto Seguro. O Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta, como é oficialmente chamado o Estatuto, afirma que o brasileiro que reside em Portugal passa a gozar dos mesmos direitos e também deve sujeitar-se aos mesmos deveres que um cidadão português. O mesmo é válido para cidadão portugueses residentes no Brasil.

 

Ainda falando dos custos de um intercâmbio em Portugal, assim como no país, os custos com as mensalidades das universidades portuguesas é menor que os valores cobrados no resto do continente. As mensalidades para os programas de graduação em licenciaturas e mestrado integrado, por exemplo, podem custar de 950 até 8.000 euros por ano, sendo a média de valores de 3.000 euros. Porém é claro que tudo dependerá da faculdade, bem como da área de estudo.

 

E o visto?

Quando você faz um intercâmbio em Portugal é possível solicitar ao consulado um visto por tempo determinado. Geralmente, o prazo concedido a estudantes são seis meses, mas se houver necessidade o prazo pode ser estendido e o visto renovado. Entre a documentação exigida pelo país estão a carta de aceite na universidade portuguesa, e a comprovação de que há meios para se sustentar no país.

 

As modalidades de vistos mais comuns aos estudantes são:
– D4: para aqueles que pretendem ficar mais um ano em território português;

– D5: para os estudantes do ensino superior que já residem e estudam na Europa, há menos de 2 anos, e queiram transferir seus estudos para terras lusitanas ou dar continuidade em algum programa similar no país português;

– E9: para que pretendam ficar em Portugal por até um ano.

 

Vale lembrar que, além do visto, é necessário que o estudante faça o seguro saúde, estar com o cartão de vacinas atualizado e ter a Carteira de Vacinação Internacional.

 

 

É possível trabalhar enquanto faz intercâmbio em Portugal?

A princípio, os estudantes estrangeiros não têm autorização para trabalhar em Portugal, porém é possível conseguir uma autorização específica junto ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), que custa cerca de 40 euros. 

 

Para fazer o pedido é preciso apresentar a carta do empregador, assinada em papel timbrado, onde conste informações como a função e os horários. Além disso, também é necessário uma declaração da instituição de ensino com os seus horários de aulas.

 

Também entre as oportunidades que os estudantes têm para conseguir um dinheiro extra estão os trabalhos temporários, também conhecidos como “trabalhos de verão”. As vagas podem ser facilmente encontradas em cafés, restaurantes, hotéis e em outros segmentos turísticos.

 

 

Agora que você se atualizou sobre o intercâmbio em Portugal, conta aqui para a gente qual será a cidade, universidade e curso escolhido, vamos adorar saber!

 

Com informações de: viva-mundo.com; estudarfora.org.br; sef.pt; planalto.gov.br; cglisboa.itamaraty.gov.br; nacionalidadeportuguesa.com.br; eduportugal.eu; vaidebolsa.com.br; youtube.com; portal.mec.gov.br.

 

LEIA TAMBÉM