DATA DE PUBLICAÇÃO
06/07/2021

COMPARTILHE:

Saiba quais são os sobrenomes portugueses mais comuns

Você sabe qual é a origem do seu sobrenome? Já parou para pensar com quantas pessoas de ascendências diferentes você tem contato todos os dias? A seguir, a gente te conta quais são os sobrenomes portugueses mais comuns. Vem ver!

Que o Brasil tem muita influência portuguesa, isso você já deve saber. Acontece que pela colonização, um fato se tornou muito comum, receber nomes e sobrenomes de origem portuguesa. Estima-se que 80% dos sobrenomes brasileiros sejam de origem portuguesa, sabia? Entretanto, há alguns sobrenomes portugueses mais comuns tanto por aqui, como lá. 

Os sobrenomes portugueses mais comuns surgiram não só com a chegada desse povo, que para diferenciar as famílias usavam como sobrenome a localidade de onde vieram. Mas também com famílias que participaram da colonização e alteraram seu sobrenome como uma forma de homenagear e mostrar orgulho do novo local de sua residência, utilizando sobrenomes de tribos, indígenas, árvores e frutas. Enquanto isso, com o batismo, índios e africanos receberam sobrenomes de origem religiosa ou de seus senhores. 

De acordo com a plataforma Forbears, um site que reúne dados coletados em diversos países e disponibiliza para seus usuários da internet, no Brasil, cerca de 85% dos sobrenomes brasileiros são de origem ibérica, ou seja, de portugueses e espanhóis. Já os sobrenomes portugueses mais comuns são Silva, com mais de 5 milhões de pessoas. Assim sendo, os sobrenomes brasileiros podem ter várias origens, no entanto, ainda tem quem não conheça o significado.

E você, têm ideia da origem do seu sobrenome? Se a resposta for não, fique tranquilo. Atualmente, se você não souber de onde vem o seu sobrenome, você pode buscar informações em sites da internet, em documentos, certidões de pais, tios, avós e bisavós, visita em cartórios, igrejas, arquivos públicos, museus e bibliotecas. É com elas que as pessoas conseguem descobrir seus antepassados e quando e onde eles nasceram.

Além disso, há todo um estudo sobre os sobrenomes. A genealogia é a responsável por permitir conhecer a sua descendência. Ela é uma ciência e uma disciplina auxiliar da História que estuda a origem das famílias, sua linhagem e ascendência, uma vez que traça um mapa das ligações biológicas entre diferentes indivíduos e gerações.

A genealogia surgiu com a necessidade de entender como as pessoas se distinguiam uma das outras, uma vez que os sobrenomes surgiram por volta de 5000 anos na China para discernir as pessoas quando havia um aumento populacional. No Império Romano aconteceu a mesma coisa. Dessa forma, os sobrenomes portugueses mais comuns seguiram o mesmo conceito.

SUGESTÃO DE IMAGEM: ÁRVORE GENEALÓGICA

E agora, você está curioso para saber se o seu está na lista dos sobrenomes portugueses mais comuns? Descubra abaixo quais são eles e conheça alguns dos significados. 

Conheça quais são os sobrenomes portugueses mais comuns:

1- Silva: Considerado um sobrenome nobre durante a Idade Média no Reino de Portugal. Há indícios de famosos com esse sobrenome em linhagens reais e até em um general da Roma antiga. Sua incidência no Brasil pode se dar pelo fator histórico de imigrantes portugueses adotarem o sobrenome ao chegar em terras brasileiras, escolhendo justamente este por ser um sobrenome nobre e muito bem conceituado. O registro mais antigo no Brasil é de 1612 e hoje é o sobrenome mais comum no Brasil e também em Portugal. Significa floresta, selva, bosque.

2- Santos: tem simbologia divina, vem do latim Sanctorum, que literalmente significa “dos Santos”. Era dado às pessoas nascidas no dia primeiro de novembro e também adotado por motivos religiosos, especialmente pelos judeus que se tornaram cristãos-novos.

3- Pereira: essa família tem origens nobres e remotas e a descendência está entre as famílias reais europeias. Além disso, ele pode ter origem de uma determinada região portuguesa de Rodrigo Gonçalves de Pereira que recebeu como pagamento por serviços prestados a Dom Henrique de Borgonha uma propriedade chamada Palmeira e Pereira, possivelmente por ser uma plantação de peras e assim tem como significado “árvore que produz peras”.

4- Oliveira: tem uma relação muito peculiar com determinada região de Portugal, onde se cultiva a oliveira, árvore que dá origem ao azeite, vindo da oliva. Sua origem também pode ser muito antiga, da aristocracia Romana e dos judeus sefarditas descendentes da tribo de Levi.

5- Sousa: O significado remete a um rio, que significa seixo ou pedra, de uma povoação de Portugal, e é oriunda também do latim Saza ou Saxa. Segundo genealogistas, o primeiro a utilizar o sobrenome nasceu em 1035, Egas Gomes de Sousa.

Leia também:
Mitos e verdades sobre a cidadania portuguesa
Fique por dentro da Nova lei da nacionalidade portuguesa

6- Rodrigues: se popularizou por volta dos séculos XIV e XV, e significa “filho de Rodrigo”, possuindo um sentido de poder.

7- Ferreira: seu significado é aquele que vem da terra rica em ferro.

8- Alves: sua maior incidência é no Brasil. Originário do nome do patriarca Álvaro, outra explicação pode ser de palavra derivada de Alvar, então seria para um local com Carvalhos do tipo Alvar.

9- Lima: a primeira pessoa que se tem notícia com esse sobrenome é Dom João Fernandes de Lima, que viveu no século XII. Provavelmente sua origem seja do nome pré-romano Limia, um rio com lenda: quem por ali passasse esqueceria de tudo. Outra explicação vem do latim limes cercas ou proteção nas fronteiras das terras romanas. Ou seja, aqueles que morassem no limite da região receberiam esse sobrenome.  

Outros sobrenomes portugueses mais comuns

10- Costa

11- Martins

12- Fernandes

13- Gonçalves

14- Gomes

15- Lopes

16- Carvalho

17- Ribeiro

18- Pinto

19- Marques

20- Almeida

21- Teixeira

22- Dias

23- Monteiro

24- Correia

25- Moreira

26- Mendes

27- Vieira

28- Cardoso

29- Soares

30- Nunes

31- Rocha

Ah, e para finalizar, saiba que se você está entre as pessoas que possuem um dos sobrenomes portugueses mais comuns e está atrás da história da sua família para conquistar a dupla nacionalidade, saiba que os nomes e sobrenomes, apesar de muitos comuns, não garantem o direito à cidadania, já que há limitação geracional. Ou seja, apenas filhos e netos de portugueses podem conquistar a cidadania portuguesa por descendência.

Agora, se esse é o seu caso e você precisa de uma mãozinha para saber como conquistar a sua cidadania portuguesa, venha conversar com a nossa equipe de atendimento através do nosso 0800 878 9600, será um prazer ajudar você a encontrar o seu lugar no mundo!

Com informações de: brasilescola.uol.com.br; mypast.com

LEIA TAMBÉM