DATA DE PUBLICAÇÃO
8 de novembro de 2019

COMPARTILHE:

Tipos de visto para Itália: quais existem e como tirar

Se você sempre sonhou em viajar para a Itália, mas sempre se perguntou como funciona para entrar no país, no post de hoje você fica por dentro dos tipos de visto para Itália e como tirar o seu

Você sabia que para entrar em diversos países é necessário ter um visto que autoriza a entrada e permanência, de acordo com o tempo e o objetivo da sua viagem? Pois é, e a partir de 2021, os brasileiros que têm entrada livre como turistas precisarão de autorização de viagem para entrar na Europa.

E se você sempre sonhou em viajar para a Itália, seja a passeio, ou para aproveitar uma oportunidade de estudo ou trabalho, mas sempre se perguntou como funciona para entrar no país, no post de hoje você fica por dentro dos tipos de visto para Itália e como tirar o seu

Quais são os tipos de visto para Itália?

Abaixo, você confere os diversos tipos de visto para Itália, confira!

Visto de turismo – autorização de viagem

Como mencionamos no início do post, até então os brasileiros que viajam para a Itália e permanecem menos de 90 dias no país não precisam pedir visto de turista. Para isso, é preciso somente cumprir alguns requisitos e apresentar alguns documentos na imigração ao chegar no país.  

Estes documentos são:

  • Passaporte com validade de, no mínimo, 3 meses além do período de estadia;
  • Comprovação de que tem dinheiro suficiente para estar no país;
  • Comprovação de hospedagem (reserva de hotel ou uma carta convite de amigos);
  • Passagem de volta comprada;
  • Seguro saúde com cobertura de, no mínimo, 30 mil€.

Porém, a partir de 2021 essa condição será diferente. Isso porque em julho deste ano, o Parlamento Europeu aprovou um novo sistema de autorização de viagens para turistas para os países que não precisam de visto para entrar na Europa, entre eles o Brasil. 

visto para Itália países
Países europeus que vão passar a exigir o visto de brasileiros a partir de 2021

E como essa autorização de viagem vai funcionar?

Antes de viajar à Europa, os turistas terão de preencher um formulário eletrônico com dados pessoais, informações do documento de viagem e informar o país em que vai entrar. E isso não será exclusividade dos brasileiros, não. Turistas de outros 60 países também deverão solicitar esta autorização, como os canadenses, americanos, australianos e latino-americanos.

Essa autorização de viagem terá validade de três anos e terá o custo de 7€, aproximadamente R$32, exceto para viajantes menores de 18 anos ou maiores de 70 anos, para quem será gratuita.

Essa medida passará a ser adotada visando melhorar a segurança interna, prevenir a imigração ilegal, proteger a saúde pública e também reduzir os atrasos nas fronteiras.

Leia também: 
Fique por dentro: como tirar o passaporte italiano?
Onde estão e como funcionam os consulados italianos no Brasil

Visto de estudo

Para quem vai estudar na Itália e o período excede 90 dias, deve solicitar o visto de estudo no Consulado Italiano da sua cidade. O visto de estudo tem um custo de 50€ e pode ser: 

  • Visto para Curso Universitário;
  • Visto para Curso de Pós-Graduação;
  • Visto para Curso e Formação Profissional;
  • Visto para Intercâmbio de estudos;
  • Visto para Estágio.

visto para Itália modelo

Visto de trabalho

Para quem vai trabalhar na Itália, e o período também for exceder 90 dias, vai ter que solicitar o visto de trabalho no Consulado Italiano da sua cidade. O visto de trabalho custa 116€ e pode ser para:

  • Trabalho subordinado;
  • Trabalho autônomo;
  • Trabalhador independente: papel corporativo;
  • Trabalhador independente: atletas;
  • Trabalhador independente: start-up

Demais tipos de visto para Itália

Além destes vistos mais comuns, há diversos outros tipos de visto para Itália, espia só:

  • Visto para adoção: para as pessoas que vão para a Itália adotar uma criança, de acordo com as leis das adoções internacionais;
  • Visto por razões familiares;
  • Visto para cuidados médicos: para pessoas que vão fazer algum tratamento de saúde na Itália;
  • Visto por razões religiosas;
  • Visto para Missão Diplomática: fornecido para membros do Corpo Diplomático de um país que precisa visitar a Itália em missão;
  • Visto para Negócios: para quem vem realizar negócios na Itália;
  • Visto para Aposentados: o Visto per Residenza Elettiva. A Itália possui um visto específico para cidadãos extra comunitários aposentados ou que vivam de rendimentos que queiram morar no país.

E se você quer saber exatamente quais os documentos necessários para cada tipo de visto para Itália, o governo italiano disponibiliza um site, o Visto per Italia, que possui um simulador de visto bem completo e ajuda muito.

E sem falar, claro,  que se você precisar de ajuda ou tiver alguma dúvida referente aos tipos de visto para Itália você pode agendar um horário na central de atendimento da AQUILA, através do telefone: (41) 3024-8414,  pelo whatsapp: (41) 8815-8414, ou ainda pelo email:[email protected]. A primeira consulta é gratuita e será um prazer poder responder às suas questões.

Com imagens e informações: g1.globo.com/; conssanpaolo.esteri.it/consolato_sanpaolo; vistoperitalia.esteri.it/home.aspx

 

LEIA TAMBÉM

Gostaria de saber mais sobre a Cidadania Italiana?

Nossa equipe especializada está aqui para ajudar você com todas as respostas que você precisa. Preencha o formulário para iniciar nosso atendimento!