DATA DE PUBLICAÇÃO
19 de fevereiro de 2021

COMPARTILHE:

Dia do Imigrante Italiano: ‘Siamo Tutti Oriundi!’

Se você caminhar por qualquer estado do Brasil com certeza vai acabar esbarrando em netos e bisnetos de alguém que veio da Itália. Isso acontece porque somos o país com o maior número de descendentes de italianos do mundo, acredita!? E claro que esse fato merece uma homenagem, o Dia do Imigrante Italiano. Quer saber mais sobre a história de quem lutou, conquistou e fez a vida acontecer aqui no Brasil?

Está chegando um dos dias mais importantes para nós, o Dia do Imigrante Italiano! Sim, isso porque uma vez que muitos que chegam até o nosso blog possuem descendência, desejam informações sobre a Itália ou estão em busca da dupla nacionalidade. 

Acontece que o Brasil celebra oficialmente o Dia do Imigrante Italiano todo dia 21 de fevereiro. Esse evento foi uma maneira de homenagear o maior movimento migratório internacional da história do país, ou seja, o primeiro processo de migração em massa dos italianos para o Brasil.

Os cidadãos italianos que imigraram entre o final do século XIX e o início do século XX fez com que o Brasil tenha o maior número de descendentes italianos fora do país. De acordo com dados do Consulado da Itália no Brasil, estima-se que atualmente existem aproximadamente um pouco mais de 30 milhões de descendentes de imigrantes italianos vivendo em terras brasileiras.

Ou seja, o Brasil é o país com o maior número de descendentes de italianos do mundo e esse fato é digno de uma homenagem como o Dia do Imigrante Italiano. Pode reparar:

– São Paulo: 13 milhões de descendentes (representam 32,5% da população)

– Paraná: 3,7 milhões de descendentes (representam 37% da população)

– Rio Grande do Sul: 3 milhões de descendentes (representam 27% da população)

– Santa Catarina: 3 milhões de descendentes (representam 50% da população)

– Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo: 4 milhões de descendentes

– Norte: 1 milhão de descendentes

– Centro-oeste: 400 mil de descendentes

– Nordeste: 150 mil de descendentes

Se você for analisar, muito da nossa cultura e dos nossos costumes devemos a eles! 

A Lei do Dia Nacional do Imigrante Italiano 

O projeto de lei do Dia Nacional do Imigrante Italiano, instituído em 2 de junho de 2008, sob a lei de número 11.687 2008, é de autoria do senador Gerson Camata (1941-2018), do Espírito Santo.

Ele estabeleceu a data, pois em 21 de fevereiro de 1874 atracava em Vitória (ES) o navio La Sofia.

Segundo entrevistas da época, o objetivo é “prestar a devida homenagem ao imigrante italiano, que, vindo de terras tão distantes, aqui se instalou e se tornou gente nossa”.

Como tudo começou?

A verdade é que entre 1.800 e 1.900, esse foi um período de uma grande crise e dificuldade para os italianos. Acontece que antes havia diversos reinos independentes e o processo de unificação do país não foi pacífico, então eles estavam enfrentando guerras e revoltas. Somado a isso houve um processo de industrialização que criou um êxodo, fazendo com que as pessoas deixassem os campos e partissem para a cidade e o resultado foi o desemprego e a fome.

Assim sendo, eles procuravam novas oportunidades do outro lado do oceano e o Brasil era muito atraente. Quase assim como nós, que hoje fazemos o processo inverso, uma espécie de retorno às origens.

Porém, lá naquela época o Brasil precisava de mão de obra, pois a abolição da escravatura fez com que precisassem de assalariados nas lavouras de café, além disso na Europa acontecia o movimento eugenista. Assim sendo, o governo do nosso país passou a incentivar o processo migratório, motivando as pessoas, inclusive, financeiramente com a ideia de terra barata, vasta e fértil.

Um pouco de história 

Partindo do porto de Gênova, na Itália, Pietro Tabacchi comandou a expedição chamada “Expedição Tabacchi”. A verdade é que o comerciante estava falido desde 1850, então viu nessa a oportunidade perfeita para fugir das dívidas.   

Outra curiosidade é que o navio trouxe pouco mais de 380 famílias de imigrantes e muitos deles vinham do Trentino, que, na época, pertencia ao Império Austro-Húngaro. Ou seja, até então eles eram considerados austríacos, pois o território só foi anexado à Itália após a Primeira Guerra Mundial, mas apesar desse detalhe a língua e a cultura desse povo eram totalmente italianas. Somado a eles também estão seus vizinhos do Vêneto.

Como mencionamos antes, em 21 de fevereiro de 1874, o Vapor Sofia conseguiu chegar ao Brasil, no Espírito Santo. Como a maior parte dos tripulantes eram lavradores, eles seguiram rumo às lavouras de café em Santa Cruz – ES. Já aqueles que desceram até o Sul do país, se dedicaram à produção de uva e de vinho, atividades com as quais já estavam familiarizados. Na sequência, eles passaram a vir sozinhos, prontos para trabalhar nas fábricas que estavam sendo instaladas por aqui.

Além disso, muitos imigrantes foram rumo a Santa Teresa – ES, e esse fato também foi reconhecido oficialmente, pelo então presidente Michel Temer, em 2018, como “a pioneira da imigração italiana no Brasil”.   

Disputa pelos primeiros imigrantes 

Entretanto, Santa Catarina decidiu entrar nessa disputa, uma vez que já havia a presença de colonos por lá. Tudo porque em 1836, em São João Batista – SC, uma colônia chamada Nova Itália foi formada por cerca de 30 famílias provenientes da Ligúria, então pertencente ao Reino da Sardenha.   

A alegação dos historiadores é que passados 35 anos não existem novos registros de grandes migrações, enquanto após o Navio Sofia, a imigração italiana organizada não parou ao longo de muitas décadas.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre a história dos imigrantes italianos e a comemoração de um dia dedicado somente a eles? E já sabe, se você também é descendente desse povo que chegou aqui e batalhou para refazer e construir uma nova vida e gostaria de saber se tem direito à cidadania italiana, venha conversar com a gente! Você pode entrar em contato com a central de atendimento da AQUILA, através do telefone: (41) 3024-8414,  ou pelo whatsapp: (41) 8815-8414, ou ainda pelo e-mail:[email protected].  Será um prazer ajudar na conquista do seu sonho!

Com informações de: istoe.com.br; g1.globo.com; 12.senado.leg.br/; ansabrasil.com.br; oriundi.net; rotunnocidadania.com.br; revistagloborural.globo.com; saopaulosao.com.br; youtube.com

LEIA TAMBÉM

Gostaria de saber mais sobre a Cidadania Italiana?

Nossa equipe especializada está aqui para ajudar você com todas as respostas que você precisa. Preencha o formulário para iniciar nosso atendimento!

APROVEITE O EURO CONGELADO, COM A MENOR TAXA DOS ÚLTIMOS 6 MESES!

Oferta por tempo limitado. Cidadania italiana e portuguesa.

Dias
Horas
Minutos
Segundos